Obesidade e magreza têm maior risco nas viroses respiratórias?

Viroses respiratórias, mais conhecidas como gripes e resfriados, são problemas médicos comuns. Essas enfermidades são ocasionadas por diversos vírus como Influenza, entre outros vírus, costumam ser benignas e autolimitadas. Contudo, parte dos pacientes que contraem essas infecções apresentam evolução mais grave, ocasionalmente requerendo internação hospitalar.

Em um interessante estudo observacional, indivíduos com sintomas respiratórios agudos, com testagem positiva para vírus, tinham maior probabilidade de ter desvio do peso. Já se conhecia que obesidade mórbida (IMC acima de 35) era um fator de risco para pior evolução dessas viroses, mas chamou a atenção dos investigadores que indivíduos com baixo peso (IMC abaixo de 18,5) também eram de maior risco.

Essas informações podem ser consideradas na tomada de decisão em se instituir um tratamento específico (antiviral) no curso dessas infecções nos pacientes com obesidade ou magreza.

Referência bibliográfica:
1- Moser JAS, et al "Underweight, overweight, and obesity as independent risk factors for hospitalization in adults and children from influenza and other respiratory viruses" Influenza Other Respir Viruses 2018; DOI: 10.1111/irv.12618.