Terapia Cognitiva para Insônia

Insônia é um problema comum enfrentado por um de cada dez adultos. Noites mal dormidas costumam ocasionar baixo rendimento profissional, intelectual e cansaço. Quando o problema persiste, aumenta o risco de aparecimento de doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes. Quando o problema persiste, aumenta o risco de aparecimento de doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes. Insônia pode ser decorrente de situações de estresse emocional, problemas médicos gerais, ansiedade e depressão.

O tratamento não farmacológico da insônia pode ser obtido através de técnicas cognitivas e comportamentais. A cognitiva consiste na compreensão do problema, das suas causas e possíveis consequências com planejamento de método para o devido controle. As técnicas comportamentais visam um conjunto de atitudes que auxiliam um sono mais fisiológico. Por exemplo, não utilizar cafeína à noite, somente ir para cama quando estiver com sono, apagar as luzes, tv, computadores, celulares, etc.

Para interromper a insônia, não se deve dormir em horários extras (à tarde) e uma privação do sono pode ser útil para ocasionar uma sonolência mais profunda. Essas técnicas, quando bem utilizadas, costumam ser mais eficazes que as medicações e com muito menos efeitos adversos.

Referência bibliográfica:
https://www.medpagetoday.com/clinical-challenges/chest-sleep/